Andamento de solicitações comunitárias serão apresentadas neste sábado

A AAJM participou de duas reuniões no Buriti nesta segunda e terça-feira (23 e 24). Dois Grupos de Trabalho foram definidos para dar andamento às ações necessárias.

Os encontros foram uma continuação das reuniões realizadas com a presença do Secretário de Relações Institucionais Vitor Paulo, na sede da associação em 31 de agosto, onde as demandas de áreas diversas, como saúde, segurança e mobilidade, foram apresentadas pela AAJM (relembre aqui). 

Os resultados preliminares do andamento das principais demandas comunitárias serão apresentados neste sábado (28/09) pelo Secretário de Relações Institucionais, no Centro de Práticas Sustentáveis (CPS) de 09h00 as 11h00 da manhã.  

Confira o resumo das reuniões 

Para dar andamento ao conjunto de ações a serem tomadas, foram definidos ainda em agosto, dois Grupos de Trabalho (GTs) com membros permanentes que são, o Secretário de Relações Institucionais, Alan Valim administrador regional de São Sebastião e a Associação dos Amigos do Jardins Mangueiral (AAJM). Além destes, participam dos GTs, representantes do Governo das áreas específicas, Centro de Aprovação e Projetos (CAP-SEDUH) e os síndicos escolhidos pelo Secretário. 

Durante o período da manhã de segunda-feira, o 1º GT se reuniu com representantes do Governo das áreas da Saúde; Educação; Segurança e Mobilidade, para tratar sobre as principais demandas apresentadas ao Secretário de Relações Institucionais dentro destas áreas.

Já na terça-feira durante a tarde, o segundo GT formado pelo Centro de Aprovação de Projetos (CAP-SEDUH), apresentou as demandas dos condomínios. Foi tratado com o Secretário Vitor Paulo, a criação de  uma nova Região Administrativa, específica para o Mangueiral, esta última segundo o Secretário, ainda precisa da avaliação da poligonal. “O secretário irá verificar o andamento da demanda sobre a poligonal, e também terá uma conversa com o Governador, em seguida teremos um posicionamento sobre o andamento das solicitações e demandas apontadas durante as reuniões” informa Eleandra Martins, Presidente da AAJM.