AAJM adere ao movimento Lixo Zero

A Associação dos Amigos do Jardins Mangueiral é um dos parceiros do Movimento Comunitário pela implementação do Lixo Zero na região. 

Qualidade de vida e responsabilidade ambiental estão em pauta, com a assinatura na noite de quinta-feira (27/06), do Acordo de Cooperação Técnica (ACT) de implementação do programa Lixo Zero no Jardim Botânico. Os condomínios associados ao Movimento Comunitário do Jardim Botânico, agora são agentes de mudança e conscientização ambiental na região. 

Desde 2018 a AAJM foi convidada a fazer parte da proposta de reutilização e destinação correta dos resíduos orgânicos e recicláveis. Atualmente o bairro já conta com os serviços de Coleta Seletiva Inclusiva e apresenta resultados em apenas 4 meses de implantação, confira aqui

“A Associação foi convidada pelo Movimento Comunitário porque a questão do Lixo Zero é importantíssima. O Mangueiral foi criado com a pegada sustentável, temos coleta seletiva,  diretoria de meio ambiente. Nós já procurávamos este modelo e assim que o Lixo Zero apareceu através do Movimento, decidimos aderir!” Relata Eleandra Martins Presidente da AAJM.

O documento assinado durante a solenidade, traz compromissos e responsabilidades tanto para a Comunidade quanto para o Estado, no que diz respeito ao planejamento e execução da Política Nacional de Resíduos Sólidos, que consiste basicamente no conceito dos R’s – Repensar, Reutilizar, Reduzir e Reciclar. O trabalho conjunto dos moradores com os profissionais da coleta seletiva inclusiva é imprescindível para que a transformação do bairro aconteça até 2025, à exemplo de países que implementaram o modelo Lixo Zero.

Estiveram presentes no evento, a Presidente do condomínio Parque do Mirante Maria José Feitosa de Andrade, o Secretário de Cidades, Gustavo Aires, o Presidente do IBRAM, Edson Duarte, o representante do Serviço de Limpeza Urbana, Márcio Godinho, a diretora do Jardim Botânico de Brasília, Aline De Piere, o Administrador Regional do JB, João Carlos Lóssio, e seu antecessor, Nilton Reis, além de representantes e líderes comunitários dos condomínios Solar de Brasília, Eleandra Martins, presidente da Associação dos Amigos do Jardins Mangueiral, Hudson Quintana, Diretor Executivo e a Diretora de Meio Ambiente Caci Maria Sassi. 

Confira aqui as responsabilidades do Estado e da Comunidade.